Algumas pistas de que o processo educativo poderá não estar a resultar:


Parece-me importante ressaltar alguns sinais de alerta, sendo que não é obrigatório que o seu aparecimento resulte especificamente de problemas com a Instituição de Ensino:

- O seu filho não gosta de ir à escola;

- As aprendizagens não estão a ser realizadas de acordo com a idade e capacidades do seu filho;

- O seu filho isola-se e não socializa com os colegas;

-Começam a haver sinais manifestos de mau comportamento discordantes com o comportamento do seu filho noutros contextos;

- O seu filho começa a ficar triste, inquieto e angustiado;

- A auto-estima do seu filho começa a baixar e ele deixa de acreditar nas suas capacidades;

- Começa a sofrer de stress e ansiedade;

- A carga de estudo é demasiada não lhe deixando tempo para outras actividades lúdicas;

- As notas não são condizentes com as suas capacidades e com o tempo que dedica ao estudo;

- Os métodos de aprendizagem não se ajustam ao seu perfil cognitivo;

-O programa curricular emanado pelo ministério da Educação não é seguido pela instituição de ensino pondo em risco a prossecução dos estudos;

- Os valores transmitidos não estão de acordo com os valores da família;

- Os pais não são respeitados nas suas ideias, opiniões e crenças;

Caso alguns destes sinais se manifestem no seu filho o melhor será reunir com o responsável do processo Ensino/ Aprendizagem, colocando-lhe as suas dúvidas e ansiedades e delineando com ele as melhores estratégias para modificar a situação. É preciso ter sempre em conta que estamos a lidar com profissionais de ensino cuja formação e experiência pedagógica os habilita a diagnosticar e resolver problemas de forma mais eficaz do que um leigo. No entanto, temos de usar a nossa sensibilidade para perceber se está realmente empenhado e se a sua proposta vai de encontro à nossa forma de Educar e às características individuais do nosso filho.

Depois devemos continuar a monitorizar o trabalho, cumprindo a nossa parte e garantindo que tudo o que ficou delineado na teoria é colocado em prática. Temos de estar sempre conscientes que todos os técnicos são seres humanos e têm falhas, tal como nós pais, por isso a utilização do nosso bom senso na avaliação das situações é crucial. Mas atenção… nunca deixe de confiar em SI, na sua Intuição, no seu Saber.
 
Sara Amado

Sem comentários:

Publicar um comentário